Per citar aquest document: http://ddd.uab.cat/record/145158
Contadores de histórias : práticas discursivas e violência de gênero
Meneghel, Stela Nazareth (Universidade do Vale do Rio dos Sinos)
Iñiguez Rueda, Lupicinio (Universitat Autònoma de Barcelona. Departament de Psicologia Social)

Títol variant: Storytelling : discoursive practices and gender violence.
Data: 2007
Resum: Este artigo analisa uma oficina de contadores de histórias, uma intervenção fundamentada nos referenciais das narrativas orais, que ocorreu em uma organização não governamental sediada no Município de São Leopoldo, Rio Grande do Sul, Brasil. A oficina foi construída em três momentos, compreendendo: a narração de uma história com o foco em violência de gênero, a discussão da narrativa e a realização de pinturas corporais. O referencial usado foi o das práticas discursivas e, nas falas dos oficineiros, foram identificados pelo menos dois repertórios interpretativos: um deles pautado na categoria gênero e o outro, ancorado na cotidianidade e na rememoração das histórias de vida dos participantes. Além dos repertórios, ressaltamos a variabilidade manifesta nas contradições e nas incongruências que permearam os diálogos presentes nas argumentações. As narrativas, enquanto ferramentas para trabalhar com mulheres em situação de violência, têm sido pouco exploradas, sobretudo como possibilidade de intervenção em saúde coletiva. Nesta pesquisa, as histórias foram analisadas como possíveis estratégias para enfrentar as desigualdades de gênero, mostrando-se uma ferramenta analítica poderosa para avaliar ações de saúde coletiva.
Resum: This paper analyzes a storytelling workshop, an intervention based on the referential elements of oral narratives, held at an NGO in São Leopoldo, Rio Grande do Sul State, Brazil. The workshop was divided into three different stages: narration of a story with a focus on gender violence, a discussion based on the narrative, and an activity with body painting. The theoretical framework was based on discursive practices, and when workshop participants' discourse was assessed, at least two interpretive repertories were identified: one based on the gender category and the other on everyday life and recollections from participants' life stories. There was also considerable variety in the arguments, manifested in the contradictions and incongruence permeating the discourse. Narratives used as tools to work with abused women (especially for public health interventions) have received little attention thus far. In the current study, stories were analyzed as possible strategies to deal with gender inequalities, a powerful analytical tool for evaluating public health actions.
Drets: Aquest document està subjecte a una llicència d'ús Creative Commons. Es permet la reproducció total o parcial, la distribució, la comunicació pública de l'obra i la creació d'obres derivades, fins i tot amb finalitats comercials, sempre i quan es reconegui l'autoria de l'obra original. Creative Commons
Llengua: Portuguès
Document: article ; recerca ; publishedVersion
Matèria: Práticas discursivas ; Narrativas ; Gênero ; Discursive practices ; Narratives ; Gender
Publicat a: Cadernos de saúde pública, Vol. 23, núm. 8 (2007) , p. 1815-1824, ISSN 0102-311X

DOI: 10.1590/S0102-311X2007000800008


10 p, 108.8 KB

El registre apareix a les col·leccions:
Articles > Articles de recerca
Articles > Articles publicats

 Registre creat el 2016-01-04, darrera modificació el 2016-09-07



   Favorit i Compartir