Per citar aquest document: http://ddd.uab.cat/record/52745
Acesso à água tratada e insuficiência de renda. Duas dimensões do problema da pobreza no Nordeste brasileiro sob a óptica dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio
Reymão, Ana Elizabeth
Abe Saber, Bruno

Data: 2009
Resum: A qualidade, disponibilidade e acessibilidade da população à água são essenciais ao desenvolvimento. Garanti-las deve ser uma das preocupações das políticas de combate à pobreza e melhoria da qualidade de vida das pessoas. Analisando dados sobre os indicadores referentes às metas 1 e 10 dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, o estudo objetivou dimensionar um dos aspectos da incidência da pobreza atribuída a causas ambientais –pobreza ecológica–, buscando articular as dimensões ecológica e social do desenvolvimento sustentável. Para tanto, estabeleceu-se a magnitude da relação entre renda e acesso à água tratada na região Nordeste do Brasil. Os modelos estimados e a análise de dados revelaram faces importantes dos determinantes do acesso à água no país e na região. Por um lado, o papel da renda enquanto variável explicativa desse acesso é inferior ao da educação e situação domiciliar. Os β e as razões de chances estimadas para 1992 e 2005 no país e na região Nordeste revelam um enorme peso para o efeito urbanização. Por outro lado, viu-se que o reduzido acesso à água não pode ser necessariamente creditado à escassez, mas aos elevados índices de perda dos sistemas de distribuição, indicando sérios problemas de gestão dos recursos hídricos.
Resum: The quality, availability and accessibility to water are essential to human development and their provision must be one of the poverty reduction policies’ main concerns. Through analysis of data related to targets 1 and 10 of the Millennium Development Goals, this work aimed to measure one of the poverty incidence features attributed to environmental causes –environmental poverty–, articulating the environmental and social dimensions of sustainable development. The research problem was to establish the magnitude of the relation between income shortage and access to drinking water in the Brazilian Northeast region. The estimated models and other data analysis disclosed some determinants of the access to safe drinking water in the country and in the region. On one hand, income as an explanatory variable to access of safe drinking water is lower than education and households’ situation. β and the estimated chances ratio for 1992 and 2005 in the country and in the Northeast region reveal an enormous weight for the urbanization effect. On the other hand, reduced access to safe drinking water cannot be necessarily credited to scarcity of this resource, but to high levels of water loss in distribution systems, indicating serious water management problems in the country.
Drets: Tots els drets reservats.
Llengua: Portuguès
Document: article ; recerca ; publishedVersion
Matèria: Objetivos de Desenvolvimento do Milênio ; Pobreza ; Água ; Pobreza ecológica ; Nordeste ; Millennium Development Goals ; Poverty ; Water ; Environmental poverty ; Northeast
Publicat a: Revibec : revista de la Red Iberoamericana de Economia Ecológica, V. 12 (2009) p. 1-15, ISSN 1390-2776



15 p, 359.9 KB

El registre apareix a les col·leccions:
Articles > Articles publicats > Revibec
Articles > Articles de recerca

 Registre creat el 2010-01-25, darrera modificació el 2016-06-11



   Favorit i Compartir