000071584 001 __ 71584
000071584 005 __20141126203522.0
000071584 024 8_ $9 artpubuab $9 driver $a oai:ddd.uab.cat:71584
000071584 035 __ $9 articleid $a 02113481v13n1p91
000071584 041 __ $a por
000071584 100 __ $a Uglione, Paula $u Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa no Estado do Rio de Janeiro/FAPERJ/Universidade Federal do Rio de Janeiro
000071584 245 1_ $a Arquivos Urbanos: Memória e História na Cidade
000071584 242 01 $a The Urban Archives: Memory and History in the City
000071584 520 3_ $a O presente artigo apresenta uma metodologia de análise da paisagem urbana, desenvolvida sob uma perspectiva da memória como elemento fundamental na relação pessoaambiente. É a partir da memória que as pessoas relacionam-se consigo mesmas e com o mundo que as cercam. Mas a memória não é algo que está em algum lugar na mente, não é armazenagem daquilo que foi vivido, mas é um processo de montagem, sempre atualizada, de arquivos, de repertórios. Memória é processo de representação psíquica das coisas, é simbolização. A memória é sempre requisitada na construção subjetiva do real. Conhecer os arquivos que as pessoas constroem dos espaços urbanos existentes em suas realidades de vida, possibilita conhecer de que maneira esta cidade existe, simbolicamente, ou seja, como ela é “inventada” na paisagem urbana. Assim, tendo como objetivo conhecer e analisar a paisagem urbana inventada pelos seus moradores, desenvolvemos uma metodologia de escritas de histórias da cidade, que se chamou Arquivo Mnemônico do Lugar. Aqui apresentaremos as etapas, os procedimentos e os resultados da utilização desta metodologia, num estudo de caso na cidade do Rio de Janeiro, mais especificamente, no estádio de futebol Engenhão. A utilização da metodologia demonstrou que as metáforas são fortes indicadores dos significados que as pessoas atribuem aos lugares. Alguns espaços, construídos ou não na paisagem urbana, possuem uma grande capacidade de acionar o trabalho da memória, sendo importantes arquivos urbanos da cidade
000071584 520 3_ $a This paper presents a methodology of urban landscape analysis, developed with an understanding of memory as a fundamental element in the person-environment relationship. The way people see themselves and the world around them is primarily influenced by memory, which is much more than a mere storage of experiences situated somewhere in an individual’s mind. It is rather an ongoing construction and update of “archives.” Memory is a process of psychic representation of things; that is, symbolization. For this reason, it is always required in the subjective construction of reality. Getting to know the archives people build up about the urban spaces surrounding them allows the observation of the symbolic existence of their city and how it is “invented” through the urban landscape. Thus, aiming to investigate and analyze the urban landscape “invented” by its inhabitants, we have developed a methodology of writings of stories about the city, which has been named Arquivos Mnemônicos do Lugar (“Place Mnemonic Archive”). In this paper we will present the stages, procedures, and results achieved by the methodology in the city of Rio de Janeiro, more specifically at the Engenhão stadium. The use of the methodology has demonstrated that metaphors are a major indicator of the meanings people associate with places. Some spaces in the urban landscape, either occupied by buildings or not, have proved excellent at jogging people’s memories, being therefore important “urban archives” of the city
000071584 540 __ $9 info:eu-repo/semantics/openAccess $a Aquest document està subjecte a una llicència d'ús Creative Commons. Es permet la reproducció total o parcial i la comunicació pública de l'obra, sempre que no sigui amb finalitats comercials, i sempre que es reconegui l'autoria de l'obra original. No es permet la creació d'obres derivades. $u http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/es/
000071584 546 __ $a Portuguès
000071584 599 __ $a recerca
000071584 653 1_ $a Memória
000071584 653 1_ $a Arquivos urbanos
000071584 653 1_ $a Cidade
000071584 653 1_ $a Memory
000071584 653 1_ $a Urban Archives
000071584 653 1_ $a City
000071584 653 1_ $a Memoria
000071584 653 1_ $a Archivo urbano
000071584 653 1_ $a Ciudad
000071584 653 1_ $a Memòria
000071584 653 1_ $a Arxiu urbà
000071584 653 1_ $a Ciutat
000071584 655 _4 $a article
000071584 655 _4 $a info:eu-repo/semantics/article
000071584 655 _4 $a info:eu-repo/semantics/publishedVersion
000071584 700 __ $a Duarte, Cristiane $u Universidade Federal do Rio de Janeiro
000071584 773 __ $g Vol. 13, Núm. 1 (2011), p. 91-101 $t Quaderns de psicologia $x 0211-3481
000071584 856 40 $p 11 $s 214441 $u http://ddd.uab.cat/pub/quapsi/quapsi_a2011v13n1/quapsi_a2011v13n1p91.pdf
000071584 973 __ $f 0091 $l 101 $m  $n 1 $v 13 $x quapsi_a2011v13n1 $y 2011
000071584 980 __ $a ARTPUB $b QUAPSI $b UAB