Per citar aquest document: http://ddd.uab.cat/record/106980
Promoçao de saúde juvenil e tecnologies da informação e da comunicação : ciudadania ativa, organização coletiva e saúde
Oliveira, Alexandre dos Anjos de (Universitat Autònoma de Barcelona. Departament de Psicologia de l'Educació)

Data: 2012
Resum: O presente trabalho tem como objetivo problematizar o uso das tecnologias da informação e da comunicação (TIC) nas práticas de promoção de saúde juvenil realizadas em centros abertos voltados para a população jovem. Neste sentido, toma como referencia um projeto desenvolvido dentro do Programa de Saúde Juvenil de uma cidade do município de Barcelona, na Espanha, que conta com uma população estimada em 14 mil habitantes, dos quais aproximadamente 2500 pessoas pertencem ao coletivo juvenil (17,86% da população). O projeto em questão, conhecido como “Fazemos Imagem”, foi desenhado e implementado pelo agente de saúde juvenil depois de sua incorporação ao corpo de profissionais da Secretaria de Juventude do referido município, e tinha como objetivo trabalhar, a partir da produção audiovisual, temas de saúde – sexualidade, drogas e alimentação – com jovens com idades compreendidas entre 12 e 18 anos. Tendo em vista o concomitante papel de agente de saúde e pesquisador, este trabalho adota como referencial teórico-metodológico os pressupostos da pesquisa-intervenção, considerando ainda a revisão bibliográfica sobre a temática, as entrevistas realizadas com os professionais e alguns jovens implicados no projeto e o desenvolvimento/acompanhamento das atividades, realizadas em horário extraescolar. De acordo com as diretrizes políticas da equipe de governo do município, as oficinas deveriam ser implementadas utilizando como vértice a definição de saúde postulada pela OMS. Entretanto, fomos além, vinculando o conceito de saúde ao de cidadania ativa – potência de ação, disponibilidade para conhecer, analisar e construir condições de mudança, negociação permanente para ampliação da qualidade de vida. O curso da atividade, a implicação e avaliação positiva por parte dos jovens, o retorno recebido por parte dos pais e políticos deixam à luz o potencial do uso das TIC nas ações de promoção de saúde juvenil: vimos potenciado o protagonismo dos jovens com a participação ativa destes no processo de reflexão e construção de conhecimento sobre temas relacionados à sua própria saúde. Por outro lado, saltaram como analisadores a necessidade de articulação coletiva entre os diversos profissionais de saúde do município, a necessidade da implementação de políticas públicas contextualizadas e consistentes e um uso das TIC para além de si mesmas. São fatores primordiais para dar consistência às práticas e para a articulação coletiva dos atores do processo de promoção de saúde.
Drets: Aquest document està subjecte a una llicència d'ús Creative Commons. Es permet la reproducció total o parcial, la distribució, la comunicació pública de l'obra i la creació d'obres derivades, fins i tot amb finalitats comercials, sempre i quan es reconegui l'autoria de l'obra original. Creative Commons
Llengua: Portuguès
Document: conferenceObject ; recerca ; publishedVersion
Matèria: Tecnologies de la informació ; Comunicació en salut pública ; Salut i higiene ; Joves Barcelona
Publicat a: X Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva, 10è : novembre 2012



12 p, 1.1 MB

El registre apareix a les col·leccions:
Contribucions a jornades i congressos > Ponències i comunicacions

 Registre creat el 2013-06-05, darrera modificació el 2016-06-05



   Favorit i Compartir