As manifestações pelo transporte público no Brasil : uma leitura distinta a partir do caso da grande Florianópolis, estado de Santa Catarina
Cocco, Rodrigo Giraldi (Universidade Federal de Santa Catarina)
Miralles-Guasch, Carme, 1961- (Universitat Autònoma de Barcelona. Departament de Geografia)

Additional title: Demonstrations about the public transportation in Brazil : a different reading from the Great Florianópolis case, in Santa Catarina State
Date: 2016
Abstract: Os problemas relativos aos transportes públicos coletivos na região da Grande Florianópolis foram postos em evidência com as recentes manifestações de junho e julho de 2013, como uma das grandes demandas sociais do país na atualidade. A proeminência da questão, no entanto, não tem sido acompanhada de análises que posicionem o problema dentro da totalidade, isto é, considerando as relações sociais, estruturas de poder e as condições de governança, em diferentes escalas. Analisando a existência de severas contradições entre o espaço da cidade e os sistemas de objetos e de ações que o compõe, quais sejam, as condições de mobilidade e transportes, objetivamos com este artigo associar estas contradições à ausência de instituições públicas capacitadas a servir como catalisadoras das forças sociais progressistas que desejam mais e melhor mobilidade. Ademais, a ausência de uma concertação da sociedade com relação ao problema, tem dificultado o rompimento dos gargalos tangíveis à mobilidade, que vão desde a ausência de intermodalidades e redes de transporte coletivo com conectividade regional metropolitana, a políticas que favoreçam a integração entre uso do solo e transportes e proximidades urbanas. A metodologia utilizada combina estratégias quantitativas e qualitativas, proporcionando uma análise do desempenho dos serviços e infraestruturas de transporte coletivo, mas também, uma análise do discurso dos diferentes atores implicados na sua produção.
Abstract: The problem relating to collective public transport, in the Great Florianópolis region, became evident with recent demonstrations in June and July 2013, as one of today's major social demand in the country. However, the issue's prominence was not accompanied by analyzes positioning the problem within totality, that is, by considering social relations, power structures and governance conditions at different scales. It was possible to analyze the existence of severe contradictions among the city space, object's systems and actions that compose it, and also, conditions for mobility and transport. The article's aim is to associate these contradictions to the absence of public institutions qualified to serve as catalysts of progressive social forces wanting more and better mobility. In addition, the absence of social "concertation" about that problem has hampered the breaking of tangible bottlenecks to the mobility. They range from lack of intermodalities and public transport networks with regional and metropolitan connectivity to policies favoring the integration of land use, transportation and urban proximity. The methodology combines quantitative and qualitative strategies, providing analysis of services performance and public transport infrastructure; however, there is also a discourse analysis of different stakeholders involved in its production.
Rights: Tots els drets reservats
Language: Portuguès.
Document: article ; recerca ; publishedVersion
Subject: Inovações institucionais ; Formação sócio-espacial ; Mobilidade. ; Institutional innovations ; Socio-spatial formation ; Mobility
Published in: Scripta Nova : Revista electrónica de geografía y ciencias sociales, Vol. XX Núm. 528 (enero 2016) , p. 1-29, ISSN 1138-9788

Adreça alternativa: http://www.ub.edu/geocrit/sn/sn-528.pdf


29 p, 596.3 KB

The record appears in these collections:
Articles > Research articles
Articles > Published articles

 Record created 2017-10-23, last modified 2019-07-21



   Favorit i Compartir