Scopus: 0 citations, Google Scholar: citations
Gestão Autônoma da Medicação como um programa para sujeitos políticos na saúde mental
dos Santos Cavalheiro, Fernanda (Universidade Federal de Santa Maria)
Adegas de Azambuja, Marcos (Universidade Federal de Santa Maria)

Additional title: Gestión Autónoma de Medicación como un programa para sujetos políticos en la salud mental
Additional title: Autonomous Medication Management as a program for political subjects in mental health
Date: 2020
Abstract: Gestão Autônoma da Medicação (GAM) é uma estratégia mobilizadora de escolhas ao tratamento medicamentoso, ao acesso a direitos sociais e uma rede de cuidado. Neste estudo analiso os guias GAM e suas ofertas para produção de autonomia e modos de vida para usuários da saúde mental. Trata-se de uma pesquisa documental, tendo os guias como instrumento de análise, inspirado pelo pensamento foucaultiano. Temos uma busca por orientação médica e diagnósticos, logo, a lógica de prescrição cria programas de condutas e incentivos a segui-los. Dessa forma, como resultados os guias se assemelham a um programa com efeitos de prescrição, que se tornam aceitáveis para saúde mental, mas que formam uma imprevisibilidade. Assim, cada sujeito constrói seu perfil de usuário se governando a partir de práticas construídas através da racionalidade de um programa que tem proximidade com modos de vida políticos e autônomos como preconiza a Reforma Psiquiátrica Brasileira.
Abstract: Automatic Medication Management (GAM) is a strategy that mobilizes choices for the treatment of medications, by accessing social rights and a care network. In this study, I analyze the GAM guides and their offerings for producing autonomy and ways of life for mental health users. This is a documentary research, with guides as an instrument of analysis, inspired by Foucault's thinking. We have a search for medical and diagnostic guidance, logo, a prescription logic creates conduct programs and incentives for the following. Thus, as results or guidelines, they resemble a program with prescription effects, which become acceptable for mental health, but which form unpredictability. Thus, each subject builds his user profile if he governs himself based on practices built through the rationality of a program that has intervals of life with policies and autonomous ones, as recommended by the Brazilian Psychiatric Reform.
Note: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Rights: Aquest document està subjecte a una llicència d'ús Creative Commons. Es permet la reproducció total o parcial, la distribució, la comunicació pública de l'obra i la creació d'obres derivades, fins i tot amb finalitats comercials, sempre i quan es reconegui l'autoria de l'obra original. Creative Commons
Language: Portuguès
Document: article ; recerca ; publishedVersion
Subject: Saúde mental ; Autonomia relacional ; Gestão autônoma da medicação ; Mental health ; Relational autonomy ; Automatic medication management
Published in: Quaderns de psicologia, Vol. 22 Núm. 1 (2020) , p. 1560 (Artículos) , ISSN 2014-4520

Adreça alternativa: https://www.quadernsdepsicologia.cat/article/view/v22-n1-dossantos-adegas
DOI: 10.5565/rev/qpsicologia.1560


19 p, 209.5 KB

The record appears in these collections:
Articles > Published articles > Quaderns de psicologia
Articles > Research articles

 Record created 2020-06-04, last modified 2020-08-01



   Favorit i Compartir