Per citar aquest document: http://ddd.uab.cat/record/16706
Hortas comunitárias de Teresina : agricultura urbana e perspectiva de desenvolvimento local
Rego Monteiro, Juliana Portela do
Socorro Lira Monteiro, Maria do

Data: 2006
Resum: Esse artigo analisa se as Hortas Comunitárias de Teresina apresentam-se como alternativa de geração de trabalho e renda e de melhoria sócio-econômica, sem degradar o meio ambiente. O procedimento metodológico embasa-se em levantamento de dados primários e na realização de pesquisa de campo nas 43 hortas urbanas de Teresina. Detectou-se que a maioria dos horticultores é do sexo feminino, possui mais de 45 anos; tem até o ensino fundamental incompleto; aufere até um salário mínimo; procede do interior do Estado; trabalhava na agricultura antes das hortas; e exerce a função em família. Além disso, constatou-se que a maior parte dos produtores não participou de treinamentos desde sua inserção no Programa; utiliza recursos próprios na produção; 70,08% do produzido centram-se em coentro, cebolinha e alface; e comercializam a produção, primordialmente, na própria horta. Ademais, observou-se que usam majoritariamente esterco para adubação do solo com pouca utilização de adubos químicos, bem como apenas 36,81% dos horticultores utilizam agrotóxicos no cultivo. Conclui-se que, a baixa remuneração percebida pelos horticultores, decorrente da pouca diversidade do cultivo, da precária organização e da falta de financiamento, conduziu alguns membros da família a buscarem ocupação alternativa com vista à complementação da renda.
Resum: This article analyses if The Community Gardens from Teresina are really an alternative source of employment and income, and if they can improve the local socio-economical status, without depleting the environment. The methodological approach was a primary data survey and a research carried out in 43 urban gardens located in Teresina. The research detected that the majority of the gardeners were females, over 45 years old and had not completed elementary school; these female gardeners earn one minimal salary or less; are from the countryside of Piauí, were agriculturist before cultivating the gardens and work with their children and partner. Also, since the insertion to the program, the majority of the producers has not joined courses or lectures related to this activity; they use self funds, 70,08% of the production is coriander, onions and lettuce; and sell them at the garden. Furthermore, this study observed that to fertilize the soil they mostly use manure and a minority uses chemical fertilizer. From this picture, the study concludes that the low remuneration, witch comes from the little diversity of the products cultivated, the precarious organization and lack of financings, has driven some members of the family to search alternative occupations to complement the family income.
Drets: Tots els drets reservats.
Llengua: Portuguès
Document: Article ; recerca ; article ; publishedVersion
Matèria: Horts comunitaris de Teresina ; Treball i ingressos generacional ; Medi ambient ; Política pública ; Desenvolupament local ; Hortas Comunitárias de Teresina ; Geração de emprego e renda ; Meio ambiente ; Desenvolvimento local ; Community Gardens of Teresina ; Employment and income generation ; Environment ; Public policy ; Local development
Publicat a: Revibec : revista de la Red Iberoamericana de Economia Ecológica, V. 5 (2006) p. 47-60, ISSN 1390-2776



14 p, 152.4 KB

El registre apareix a les col·leccions:
Articles > Articles publicats > Revibec
Articles > Articles de recerca

 Registre creat el 2007-04-17, darrera modificació el 2016-06-12



   Favorit i Compartir