Per citar aquest document: http://ddd.uab.cat/record/106972
O Sentido e a Razão de Ser do Paraíso de Dante Alighieri
Romanazzi Torres, Moisés

Títol variant: The Sense and the Reason of Being of Dante Alighieri’s Paradise
Data: 2011
Resum: Dante ao longo Commedia estabelece o grande processo de sua União Mística. Uma vez liberado do pecado, nosso poeta pode reentrar em posse do seu livre arbítrio e conquistar o Paraíso Terrestre (a beatitude filosófica). Sua “caminhada” pelo Inferno e Purgatório demarca assim a primeira etapa de sua união com Deus e lhe confere a primeira das duas santidades, a santidade da natureza (a beatitude filosófica). O Paradiso dantesco desenvolve exatamente as duas outras etapas. Em sua ascensão pelos diferentes céus, Dante gradualmente se desvencilha de toda ligação com o mundo terreno, até que, iluminado pela verdade, pode ter acesso ao Paraíso Celeste (a beatitude teológica). Esta foi a segunda etapa, que lhe conferiu uma nova santidade, a santidade da graça. Mas foi somente em um êxtase que o duplo beato Dante pode concluir o processo de União Mística. Só então ele sentiu seu livre arbítrio se fundir definitivamente com a vontade divina, e passou a obedecer somente a este amor que é a alma do mundo e que move o sol e as demais estrelas. Só então Dante pode realizar nele próprio a mais elevada perfeição cristã e humana, a deificação do homem. Só então ele tornou-se digno e capaz de realizar sua missão providencial: cooperar sobre a terra ao triunfo da verdade e ordem cristãs, e, por fim, se unir à ação do enviado divino que um dia completará a reforma da Igreja e do mundo.
Resum: Dante, along Commedia, establishes the great process of his Mystical Union. Once freed from sin, our poet can re-enter into possession of his free will and win the Earthly Paradise (the philosophical blessedness). His “long walk” through Hell and Purgatory thus marks the first phase of his union with God and gives the first of two sanctities, the sanctity of nature (the philosophical blessedness). Paradiso of Dante develops exactly the other two stages. In its ascent through the various heavens, Dante gradually breaks away from all connection with the earth, until, enlightened by truth, can gain access to Celestial Paradise (the theological blessedness). This was the second step, which gave him a new sanctity, the sanctity of grace. But it was only a wonder that Dante double blessed can complete the process of Mystical Union. Just then he felt his free will finally merge with the divine will, and has to obey only love that this is the soul of the world and that moves the sun and other stars. Only then Dante can to realize the highest human and Christian perfection, the deification of man. Then he became worthy and capable of performing his providential mission: to cooperate on earth the triumph of truth and Christian order, and finally , join the action of the godsend that one day will complete the reform of the Church and the world.
Drets: Tots els drets reservats
Llengua: Portuguès
Document: article ; recerca ; publishedVersion
Matèria: Dante Alighieri ; Paradís ; Reforma cristiana ; Paraíso ; Reforma Cristã ; Beatitude ; Teológica e Deificação do Homem ; Processo da União Mística ; Paradise ; Christian Reform ; Theological ; Blessedness and Human Deification ; Process of the Mystic Union
Publicat a: Mirabilia, Núm. 12 (Gener-Juny 2011) , p. 38-60, ISSN 1676-5818



23 p, 355.9 KB

El registre apareix a les col·leccions:
Articles > Articles publicats > Mirabilia : electronic journal of antiquity and middle ages
Articles > Articles de recerca

 Registre creat el 2013-06-04, darrera modificació el 2016-06-05



   Favorit i Compartir